AWS lança segunda região na Índia com compromisso de 4,4 mil milhões de dólares

O investimento de 4,4 mil milhões de dólares para a região de Hyderabad é cerca de 60% superior ao compromisso inicial de 2,8 mil milhões de dólares anunciado pela AWS para a região em 2020.

Por Anirban Ghoshal

A Amazon Web Services (AWS) lançou a sua segunda região na Índia e disse que estava a comprometer 4,4 mil milhões de dólares (Rs 36.300 crore) para a escalar até ao final de 2030.

O investimento de 4,4 mil milhões de dólares é um enorme aumento em relação ao investimento inicialmente anunciado de 2,8 mil milhões de dólares para a região em 2020, uma vez que a empresa de computação na cloud procura capitalizar o crescimento de dois dígitos da Índia nos gastos da cloud.

A nova região, que ficará situada em Hyderabad (designada ap-south-2), acrescentará três zonas de disponibilidade à infraestrutura da AWS existente no país. A AWS já tem uma região em Mumbai, lançada em junho de 2016, e uma zona local em Nova Deli.

As regiões AWS são compostas por Zonas de Disponibilidade que colocam a infraestrutura em locais geográficos separados e distintos.

As zonas locais, por outro lado, são zonas de implantação de infraestruturas que fornecem serviços de computação, armazenamento e bases de dados a uma grande população ou centros industriais.

“Saudamos o compromisso da AWS de investir aproximadamente INR 36.300 crores na Região AWS em Hyderabad, o que reforça a posição da Telangana como um centro de dados progressivo na Índia”, disse K. T. Rama Rao, ministro das tecnologias de informação do Governo de Telangana, num comunicado.

A AWS estima que o investimento irá aumentar em 48.000 postos de trabalho na região num período de tempo mais alargado e acrescentar 7,6 mil milhões de dólares ao produto interno bruto da Índia até 2030.

O investimento de 4,4 mil milhões de dólares, que inclui despesas de capital para a construção de centros de dados e despesas operacionais, deverá ser implementado por fases e concluído até ao final de 2030, disse a AWS.

“A nova Região AWS Ásia Pacífico (Hyderabad) faz parte do nosso compromisso a longo prazo com a Índia para investir em infraestruturas de cloud, proporcionar formação para melhorar a nação com capacidades digitais, criar empregos locais e permitir um futuro mais sustentável”, disse Puneet Chandok, presidente de Negócios Comerciais da AWS Índia e do Sul da Ásia.

Com a adição da segunda região na Índia, o total de regiões AWS na Ásia Pacífico (APAC) situa-se agora em 10 regiões. As regiões na APAC estão baseadas na Índia, Singapura, China, Hong Kong, Japão, Coreia do Sul e Indonésia.

Globalmente, a empresa tem um total de 96 zonas de disponibilidade em 30 localizações geográficas e tem planos para lançar mais 15 zonas de disponibilidade e acrescentar mais cinco regiões AWS na Austrália, Canadá, Israel, Tailândia e Nova Zelândia.

Hyderabad transforma-se num hotspot para centros de dados

O lançamento da AWS na região de Hyderabad vem depois de os rivais Oracle e Microsoft terem aberto um centro de dados na cidade, ou revelado planos para o fazer.

Em 2020, a Oracle abriu o seu primeiro centro de dados em Hyderabad – segundo no país – após o lançamento do centro de dados de Mumbai em 2019. A nível mundial, a Oracle tem planos para acrescentar cinco novas regiões.

Da mesma forma, em março, a Microsoft tinha revelado planos para lançar um centro de dados em Hyderabad com um investimento de mais de 1,8 mil milhões de dólares (Rs 15.000 crores). A empresa já tem três outros centros de dados na Índia através de Mumbai, Pune e Chennai.

Autores
Tags

Artigos relacionados

O seu comentário...

*

Top