Danone: “O objetivo é que até 2025 a tecnologia e os dados sejam os principais diferenciadores estratégicos”

A multinacional agroalimentar está a levar a sério os seus planos de transformação digital. O centro de TI & Dados em Barcelona, que acaba de ser inaugurado, faz parte da espinha dorsal do plano.

Por Nerea Bilbao

A Danone acaba de inaugurar o seu primeiro HUB IT & DATA em Espanha. O espaço, localizado dentro da sua sede em Barcelona, foi criado com o objetivo de ser um centro dedicado à inovação e à digitalização dos processos empresariais. Será composto por 30 profissionais que trabalharão para se tornar a força motriz por detrás da transformação digital da empresa.

A abertura faz parte do plano estratégico da empresa, que prevê que “a tecnologia e os dados se tornem os principais diferenciadores” no prazo de três anos. Isto foi revelado por Nicolas Cosqueric, diretor de TI & Dados da Danone na região Ibérica, numa conversa com a CIO Espanha.

Lançou um plano ambicioso para digitalizar as operações da empresa até 2025. Quais são os pilares do plano?

O nosso objetivo é que até 2025 a tecnologia e os dados serão os principais diferenciadores estratégicos da empresa. Ser pioneiros no desenvolvimento de tecnologias relacionadas com inteligência artificial e análise de dados permitir-nos-á gerar novas oportunidades de negócio e reforçar a nossa posição como empresa.

Toda esta transformação deve ser impulsionada por uma organização dinâmica de TI & Dados. Por esta razão, acelerámos recentemente a implementação deste novo HUB em Barcelona, para o dedicar à inovação e digitalização de processos operacionais destinados a clientes, consumidores e públicos internos. Estamos atualmente a trabalhar para fazer deste centro a força motriz por detrás da transformação digital do grupo na região ibérica e para nos tornarmos num parceiro estratégico que possa mudar a forma como trabalhamos e trazer novas abordagens, especialmente em áreas-chave como o comércio eletrónico, arquitetura de dados, inteligência artificial, etc.

Quais são as oportunidades estratégicas que detetou e que pretende promover a partir do novo centro?

Acreditamos estar num ponto crucial em que a inovação e a digitalização desempenham um papel muito importante no processo de transformação empresarial. Por conseguinte, estamos a concentrar todos os nossos esforços na digitalização da nossa empresa para sermos mais eficientes e ágeis na resposta às necessidades e exigências dos nossos consumidores e clientes.

Os futuros profissionais que fazem parte deste centro irão trabalhar em projetos e estratégias que tragam valor acrescentado à empresa e permitam o seu crescimento no espaço digital. Um exemplo de como o HUB pode ajudar a acrescentar valor à empresa é através da antecipação de novas exigências e preferências dos consumidores graças à análise de dados e estudos de perceção e previsão, para que possamos adaptar-nos às mudanças nas tendências dos consumidores de uma forma muito mais imediata.

Qual será o papel do centro de Barcelona na estratégia digital global da empresa?

A abertura deste HUB IT & Data em Barcelona reflete o forte compromisso da empresa para com o mercado ibérico. A consolidação da equipa em Barcelona, e os primeiros resultados da sua operação, definirão os próximos passos para um crescimento mais estratégico em Barcelona. Ainda estamos na fase de arranque e desenvolvimento deste projeto, mas estamos confiantes de que a médio prazo as iniciativas terão um grande impacto na empresa à escala local e global, o que dará à Danone uma vantagem competitiva.

Que tipo de projetos planeia escalar?

Num futuro próximo, queremos que as funções que desempenhamos no HUB apoiem múltiplas áreas da empresa, tais como inovação de produtos, embalagem, experiência do consumidor nos nossos ambientes digitais, criação e conceção de plataformas e aplicações web, etc.

Que profissionais constituirão o espaço, serão apenas promovidos internamente, têm acordos com as universidades para recrutar talentos?

O novo HUB será constituído por 30 profissionais especializados em análise de dados, tecnologia e vendas. Por enquanto, temos nove pessoas na equipa vindas de outros locais da empresa a nível mundial, mas prevemos que, até ao final deste ano, a equipa estará consolidada. Estamos a investir no talento interno porque queremos promover o desenvolvimento profissional dos nossos empregados. Por conseguinte, procuramos gerar oportunidades de crescimento e oferecer a possibilidade de explorar novos caminhos que os ajudem a desenvolver-se profissionalmente, e que lhes permitam ser responsáveis por projetos digitais que apoiem as estratégias da empresa. Contudo, a longo prazo, esperamos expandir a equipa e expandir a pesquisa para outros perfis e especialidades que ajudem a enriquecer a dinâmica dos projetos.

Autores
Tags

Artigos relacionados

O seu comentário...

*

Top