NEC testa IoT e analítica para agricultura em Portugal

A Kagome tem estado a desenvolver testes de uma solução de recolha e análise de dados em Castanheira do Ribatejo, numa plantação da Indústria transformadora do tomate.

NEC_testes-em-campos-de-produção-de-tomate-em-PortugalA NEC revelou esta quarta-feira estar a desenvolver uma solução de recolha e análise de dados em larga escala para o cultivo agrícola, em colaboração com a Kagome, accionista nipónica da holding HIT, dedicada ao cultivo do tomate.

A tecnologia foi instalada e testada desde Março de 2015, numa plantação de tomate de Castanheira do Ribatejo, e desde Outubro está em testes noutra área de cultivo da multinacional, na Austrália.

“A solução cria campos agrícolas virtuais baseados em dados meteorológicos, do solo e da vegetação obtidos através de sensores, satélites e drones, assim como outros dados relacionados com as actividades agrícolas, como a irrigação e o uso de fertilizantes”, diz um comunicado.

De acordo com a NEC, o conjunto de tecnologias permite, a partir dos dados, criar simulações de crescimento para esses campos virtuais. Estas servem de base para o fornecimento de recomendações personalizadas para o cultivo da terra (como o momento mais apropriado) e para estimativas de produção, entre outras.

A solução está a ser concebida para promover o uso optimizado de água, fertilizante e agro-químicos. Faz isso em conformidade com o crescimento das culturas e as condições atmosféricas, permitindo a maximização da produção, diz a NEC.

A solução em perspectiva conseguirá fazer uma modelação científica com base no nível de crescimento das culturas e nas condições ambientais, sem requerer um longo período de acumulação de dados, promete a NEC.

O fabricante avança ainda que as tecnologias empregues permitem optimizar a colheita em função da produção prevista e da altura ideal de colheita. Outra das ambições do projecto é que a solução auxilie o funcionamento das unidades de transformação, através do controlo das épocas de plantio e optimização da cadeia de valor da agricultura e da indústria alimentar.

A solução em perspectiva conseguirá fazer uma modelação científica com base no nível de crescimento das culturas e nas condições ambientais, sem requerer um longo período de acumulação de dados. Esse será um elemento diferenciador alcançado, segundo a NEC, através da cooperação com outras empresas no mercado agrícola e institutos de pesquisa com um histórico no domínio da utilização das TIC na agricultura.

Aos resultados dessa colaboração é conjugada tecnologia de análise de Big Data desenvolvida pela NEC. Em colaboração com empresas internacionais na área da indústria alimentar, como a Kagome, a empresa está a realizar testes com esta solução para promover a sua comercialização.

O grupo HIT, detido maioritariamente pela Kagome, anunciou em Setembro, o investimento de 1,5 milhões de euros na criação de um novo centro de investigação em Portugal, no Ribatejo.

Alguns resultados da iniciativa em solo português:

‒ visualização dos níveis de saturação de água e de stress de nitrogénio em secções específicas da área cultivada;

‒ análise das causas das diferenças de produção entre as várias parcelas do terreno;

‒ desenvolvimento de métodos de cultivo optimizados;

‒ previsão, até um mês antes da previsão de colheita, da altura mais apropriada para efectuar essa colheita e maximizar a produção.

 

Autores

Artigos relacionados

O seu comentário...

*

Top