Quase 40% dos projetos de transformação digital não atingem os seus objetivos

Embora a tecnologia represente uma oportunidade para melhorar as capacidades de empresas e funcionários, sua implementação incorreta é a principal causa desse fracasso.

O investimento em tecnologia é um dos pontos fortes da economia global, com 70% das empresas a aumentar os seus custos com transformação digital, de acordo com as principais conclusões de um estudo elaborado pela IFS com mais de 3.000 empresas. Outro dos fatores determinantes para o sucesso da transformação digital é a escolha correta dos fornecedores. “O estudo confirma que o mercado está aproveitar efetivamente a recessão global, e as empresas estão a desviar recursos para a renovação e inovação tecnológica, com uma mentalidade progressiva que permitirá tomadas de decisões mais eficientes e informadas, para que as empresas possam prosperar, agora e no futuro “,afirma Juan González, Diretor Geral da IFS Espanha e Portugal. Uma das questões-chave do estudo refere-se à figura do  parceiro . Apenas 32% levam em consideração a experiência especializada no setor, enquanto a grande maioria se baseia em critérios de recomendação. Na verdade, e conforme destacado no estudo, 37% dos projetos de transformação digital falham justamente pela falta de eficiência no aconselhamento aos seus fornecedores, assumindo perdas significativas . “48% das empresas com receitas entre 850 e 950 milhões de dólares nos Estados Unidos afirmaram que foram obrigadas pela administração ou pelo conselho de administração a usar um fornecedor mal treinado, assumindo prejuízos de longo prazo”, afirma Juan González.

No que se refere à penetração da transformação digital por setores, o setor da construção destaca-se com 75% das empresas que atualmente possuem planos de investimento, 58% entre as empresas de tecnologia da informação , 55% no setor de manufatura, 37% em energia e serviços públicos e 35% no varejo.

A execução do processo é uma das áreas que mais preocupa os decisores, assim como o receio de não conseguir oferecer um retorno mensurável do investimento e a falta de satisfação interna na empresa, conforme revelado no estudo citado. Algo que tem levado a um aumento do papel da área de RH como fator chave para envolver um dos elementos essenciais para o sucesso, o fator humano. “É um erro negligenciar a importância do reforço da equipe e da aceitação do projeto para a execução de um processo de sucesso . É assim que o nosso estudo o identifica, com uma elevada percentagem de empresas a destacar a falta de participação dos funcionários, entre os principais motivos do fracasso do projeto”, garante o Diretor Geral do IFS, Espanha e Portugal.

Além disso, do ponto de vista de RH, 29% dos entrevistados afirmaram que a lealdade dos funcionários seria maior se a empresa pudesse oferecer uma tecnologia mais interessante, além de 39% que veem a tecnologia como uma oportunidade para melhorar os negócios recursos dos funcionários e estreitar a lacuna entre nativos digitais e aqueles com menos proficiência.

Artigos relacionados

O seu comentário...

*

Top