Como realizar uma contratação quando todo o processo acontece on-line

Avaliação por videoconferência pode ser desafiador, mas quando realizada com os critérios corretos é tão ou mais eficiente que método presencial.

As medidas de contenção do Covid-19 fizeram com que gestores e colaboradores encontrassem novas formas de trabalhar, pelo menos enquanto se mantenha a orientação de isolamento social. Entretanto, mesmos com o levantamento a vista, ninguém sabe como vão ser exatamente os dias que se seguem.  

Algumas funções também poderão necessitar de ser reinventadas, pelo facto de dependerem de atividades de campo ou de relações interpessoais – muito diferente da relação interpessoal/virtual que lhes apresenta o momento. 

Não é diferente para as equipas de contratação. Ainda que a situação propicie demissões, diante da crise económica gerada pela pandemia, algumas empresas precisam de mão de obra crítica para lidar com a situação, ou backups capacitados para o plano de continuidade. 

Entrevistas por videoconferência 

As entrevistas por videoconferência são, sem dúvida, diferentes de uma entrevista pessoal, entretanto basta alguns ajustes para que não seja inviável fazê-la. Quanto mais as organizações percebem que podem funcionar totalmente a distância, mais se ajustam ao cenário.

Até porque esse novo formato veio para ficar, com o mercado previsto para 11,56 mil milhões de dólares até 2027, segundo relatório da Transparency Market Research. 

Os mitos e os medos das entrevistas em video estão a cair a medida que por força da pandemia as pessoas estão a experimentar as diferentes plataformas de videoconferência existentes no mercado e se não o fizeram por necessidade profissional estão a faze-lo no acompanhamento dos seus filhos nas escolas.

No processo de contratação via videoconferência importa ter em conta algumas pequenas coisas que são importantes:

A ligação a rede de Internet 

É muito importante que esteja atento a força do seus sinal do Wi-Fi. Deve usar um portátil, com câmera e microfone ajustados, evite usar um smartphone ou um tablet.

A última coisa que se deseja é um tempo de espera excessivo, que pode ser causado quando existem restrições de largura de banda. Certifique-se de que qualquer dispositivo que o equipamento que está a usar tem sinal forte e que está num local em que dificilmente terá interrupções de sinal. Sabemos que fora das grandes cidades o fornecedor de rede de Internet tem sido a Vodafone. Mas nem sempre é assim não podemos garantir qual a melhor operadora deve ter em atenção na região onde se encontra qual o operador como melhores garantias.

É também importante que garanta que o candidato tem as condições ideias para fazer e entrevista por videoconferência e perguntando-lhe se tem o equipamento adequado.

Envolva-se mantendo o profissionalismo 

Os gestores precisam de mostrar atenção ao entrevistado. Nunca se esqueça que do outro lado estão a vê-lo e facilmente vão perceber o grau do seu envolvimento O candidato verá quando está distraído. Feche todas as janelas que estão abertas e não responda a mensagens ou e-mails.

Olhe para a lente da câmera e não para o ecrã, permitindo um contacto visual mais direto com quem esta do outro lado, a lente da câmara são os olhos do seu candidato. Faça o entrevistado sentir-se como se estivesse no seu escritório.  

Prepare-se antecipadamente

Se a entrevista envolver mais de um membro da equipa, deve garantir que a equipa vai esta em sintonia.

Deve ter atenção para que todos que entrevistam o candidato tenham um entendimento da descrição do trabalho, uma visibilidade clara das perguntas que cada um vai fazer e um alinhamento treinado de como vão reagir a intervenção de cada um, assim como as informações que prestam extra perguntas, ou seja quem responde ao quê quando o entrevistado faz perguntas.

Na perspectiva de que a conversa seja fluida, o entrevistador tem de ser claro e dar a conhecer ao candidato os planos da entrevista. Devendo informar no início da entrevista qual será o formato da mesma, em que momento vai querer que o candidato dê a sua opinião sobre determinado assunto. Caso seja uma entrevista no modelo, perguntas e respostas, deve informar o candidato disso mesmo.

Enviar instruções claras ao candidato antes da entrevista pode ser extremamente útil. Ser amistoso e ter abertura para compreender que algo possa estar a correr mal por questões técnicas é essencial para 2quebrar o gelo”.

Nos tempos atuais uma entrevista por videoconferência é não só fundamental como abre um conjunto de perspectivas até aqui inexistentes. Para além da básica medição de capacidades candidato na relação com o teletrabalho. A rentabilidade de falar com leque mais vasto de candidatos diminui as possibilidades de cometer erros na contratação.

Artigos relacionados

O seu comentário...

*

Top