Critical abriu as portas a estudantes

A Summer Innovation Week recebeu cerca de 250 candidaturas e convidou os alunos portugueses a desenvolverem seis protótipos com tecnologia de ponta.

O  Summer Innovation Week, iniciativa promovida pela Critical Software junto dos alunos portugueses das áreas de tecnologia. Proporcionou, durante uma semana, a 25 jovens de Norte a Sul de Portugal a possibilidade de desenvolverem protótipos ambiciosos usando tecnologias de ponta no Fikalab, o laboratório de inovação da multinacional portuguesa.

Foram cinco dias de trabalho intenso, mas os talentosos jovens que passaram pela sede da Critical Software em Coimbra provaram estar à altura dos desafios colocados pelos seus mentores.

Entre os projetos desenvolvidos, salienta-se a criação de um carro inteligente com sensores de obstáculos e comandos por voz, o desenvolvimento de um sistema que permite equilibrar autonomamente uma mota, um controlador de temperatura para casas inteligentes e um robô que está programado para reagir de diferentes formas consoante as imagens que são captadas através de uma câmara integrada.

Para Gonçalo Silva, representante do Fikalab, “o foco e o interesse dos jovens foram as características que sobressaíram na edição deste ano”, acrescentando ainda que “se estes participantes forem uma representação do talento que está a crescer no nosso país, o futuro do desenvolvimento de tecnologia made in Portugal está seguramente bem entregue”.

Para os jovens, o que mais se destacou foi o ambiente prático que o laboratório proporcionou. “A coordenação dos mundos de hardware e software foi desafiante e gratificante” e “estou num curso de computação gráfica e o contacto com a eletrónica e a robótica está a ser muito interessante” são alguns dos testemunhos que os participantes foram deixando ao longo da semana à equipa do Fikalab.

“Apesar dos projetos serem direcionados aos participantes, também nós, responsáveis e mentores, nos sentimos desafiados, o que torna esta experiência positiva tanto para eles, como para nós. Aprendemos muito com a forma como pensam e questionam o status quo”, acrescenta Gonçalo Silva.

A semana de trabalho intenso contou também com alguns momentos de descontração, como talks com alguns dos responsáveis de projetos da Critical Software e uma visita guiada pela cidade de Coimbra.

A segunda edição da Summer Innovation Week recebeu cerca de 250 candidaturas, um aumento de 25% face ao ano passado. Dado o crescente interesse por parte dos jovens portugueses nesta experiência única, os representantes do Fikalab asseguram que estão a pensar na melhor forma de acolherem mais jovens nas próximas edições.

O seu comentário...

*

Top