Instituições públicas apostam na melhoria da qualidade da experiência dos cidadãos

Instituições públicas apostam na criação de aplicações para melhorar a experiência de utilização dos cidadãos.

Um estudo, realizado pela OutSystems em parceria com a IDG, revelou que a principal prioridade de quem desenvolve aplicações nas instituições públicas, nacionais e locais, é melhorar a qualidade da experiência dos cidadãos (46%), seguida pela redução do custo da prestação de serviços (42%).

“Os resultados deste estudo mostram claramente que os programadores nas agências governamentais necessitam de ferramentas e processos para os ajudar a criar experiências positivas para o utilizador, sem aumentar os  custos”, afirmou Mike Hughes, evangelista de produto da OutSystems. “Uma abordagemlow-code para o desenvolvimento de aplicações cumpre estes dois objetivos: permite que equipas com recursos limitados respondam rapidamente às necessidades de seus utilizadores, ao mesmo tempo que proporcionam uma experiência de utilizador segura e de alta qualidade.”

As organizações que usam a plataforma OutSystems podem criar aplicações até 10 vezes mais rápido usando componentes pré-construídos com fiabilidade comprovada, em vez de escrever todo o código desde o início. Isto permite que os departamentos com recursos limitados reforcem os orçamentos e o pessoal para responder a outras prioridades. As instituições governamentais podem, assim,  libertar as equipas para ajudar os cidadãos que realmente precisam de atendimento personalizado, deixando às equipas de TI com mais tempo para se dedicarem à inovação.

Os clientes governamentais da OutSystems usam a plataforma low-code para gerar resultados positivos nas suas comunidades. Por exemplo, a cidade de Oakland, na Califórnia, economizou cerca de um milhão de dólares num ano, permitindo que a cidade acelerasse a disponibilização de várias aplicações que servem os 412.000 cidadãos daquela cidade. Já na cidade de Shawnee, no estado do Kansas,  um único programador modernizou 30 aplicações para os 66.000 residentes da cidade, em apenas um ano, com a ajuda da plataforma OutSystems – reduzindo significativamente o tempo que teria demorado usando métodos convencionais de desenvolvimento.

Autores

Artigos relacionados

O seu comentário...

*

Top