Merkel avisa Huawei

Segundo a agência noticiosa Reuters a chanceler alemã, Angela Merkel alertou que a Huawei e o Estado chinês devem fornecer garantias sólidas sobre a integridade dos dados recolhidos na Alemanha antes que o fornecedor chinês possa participar no lançamento do 5G.

Numa discurso feito na sua visita ao Japão, Merkel disse ser de grande importância que as autoridades na Alemanha obetenham garantias da China e da Huawei para que a empresa “não entregue apenas dados ao estado”.

Estes comentários acompanham as revelações da média alemã que apontam a ponderação por parte das autoridades de mudanças na legislação de segurança com a inteção de impor regras consideradas impossíveis de serem cumpridas pela Huawei.

Embora alguns políticos alemães estejam a pedir açãoes fiscalizadoras, os operadores têm sido mais cautelosos nos seus comentários.

Um relatório interno da Deutsche Telekom, revelado pela imprensa a semana passada, alertou que o lançamento do 5G na Europa pode ser adiado até dois anos caso a proibição à multinacional chinesa seja imposta.

Nick Read, CEO do Vodafone Group declarou recentemente que a Huawei era de grande importância para o ecossintema das telco. Apesar deste apoio a operadora fez uma pausa na instalação de equipamentos da rede core da Huawei na Europa enquanto aguarda o resultado das negociações com as autoridades.

Este debate retumbou desde que os EUA pressionaram a Alemanha e outros países para proibir a Huawei, embora em novembro de 2018 a posição oficial da Alemanha fosse de que não havia base legal para proibir certos fornecedores. Resta esperar pelas decisões das autoridades e simultaneamente avaliar se há ou não razões para temer a Huawei. É seguramante um trabalho acrescido para os CIO na Europa e em Portgal.

Artigos relacionados

O seu comentário...

*

Top