A importância dos CIO no marketing social

Os líderes das TI podem ajudar a integrar os processos críticos do marketing digital com sistemas essenciais de negócio, como CRM ou ERP.

O marketing social para o sector B2B recebeu um impulso significativo recentemente quando a Microsoft comprou o LinkedIn por 26,2 mil milhões de dólares. No futuro, os CIO e os profissionais de TI podem desempenhar um papel crítico no marketing dentro das suas organizações, porque os clientes precisam de advogados, educadores, integradores e consultores estratégicos para os ajudar através das complexidades necessárias para utilizar efectivamente os media sociais.

Grande parte do marketing centrado nos negócios que ocorre hoje nessas redes sociais é rudimentar e separado de outros processos empresariais, mas os responsáveis de marketing (CMO) esclarecidos inclinam-se sobre os pontos fortes dos CIO para elevarem as suas campanhas.

“Os CIO podem ser fundamentais para esse ecossistema porque eles estão no comando de tudo e não se pode fazer marketing social a menos que existam fundamentos sólidos de TI, não só para criação de conteúdo mas também para distribuição, análise e conexão dos dados com o sistema CRM”, diz a consultora Rebecca Lieb.

Os clientes estão mais propensos do que nunca a interagirem com as empresas do seu interesse nas redes sociais, de acordo com Raul Castanon-Martinez, analista sénior da 451 Research. “Os CIO devem olhar para os media sociais como um canal de serviço ao cliente e de geração de ‘leads'”, afirma. “Os CIO desempenham um papel fundamental para ajudar as organizações a alavancarem os media sociais, porque eles são os responsáveis por fornecer os sistemas e a infraestrutura necessária”, diz.

A ferramenta certa para as vendas sociais
Os CIO também podem ajudar os seus colegas do marketing com requisitos tecnológicos de pesquisas, segundo Lieb. Os profissionais de TI podem assegurar ferramentas de marketing sociais alinhadas com as estratégias das suas organizações e que sejam mais adequadas para os interesses daqueles que irão usá-las, diz. “O marketing é realmente alimentado pela tecnologia e alguém tem que entender que a tecnologia, bem como a estratégia por trás dela, é uma questão de alinhamento”, completa.

No entanto, pode ser um desafio significativo para os CIO coordenar os esforços de marketing social B2B com outros objectivos de negócio, de acordo com Castanon-Martinez. Para fazer isso, os CIO devem criar sinergias entre as ferramentas sociais e os sistemas de negócio, como CRM e ERP, diz.

Se um cliente se expande para o Facebook, por exemplo, o pessoal do marketing deve estar pronto e capacitado a responder e fornecer as respostas necessárias através da mesma plataforma.

“Tudo está a tornar-se mais e mais conectado, e as pessoas não querem os media sociais para viver num vácuo a mais, nem devem”, diz Lieb. “Isso tudo é realmente complicado e foge ao domínio do marketing. É necessário um conhecimento técnico profundo, o que não acontece por acaso. É uma paisagem em constante mudança. É preciso descobrir como conectar os pontos”, afirma.

Como os CIO podem acelerar o marketing social
Como as empresas adicionam mais ferramentas e complexidade tecnológica para atingirem os seus objectivos de marketing, os desafios para os CIO continuam a crescer.

Mary Shea, analista da Forrester Research, responsável por um estudo recente sobre a ascensão do marketing social B2B, partilha quatro recomendações para CIO interessados:
1. Amplificar a conversa entre os integrantes da direcção e oferecer exemplos específicos de como os programas de marketing social, associados ao ERP e ao CRM, podem beneficiar os negócios.

2. Assumir papéis de liderança, comunicando as melhores práticas para a implantação de apoios às iniciativas de marketing social, bem como formas de medir os seus efeitos.

3. Assegurar que as plataformas sociais tenham eficácia na tarefa de enriquecer os sistemas corporativos de informações sobre os clientes, e fornecer uma visão abrangente das contas e contactos que permitem um alcance contextual.

4. Serem parceiros e colaborar com os seus pares do marketing para garantir os controlos e as políticas correctas, certificarem-se de que essas políticas e controlos estão a ser correctamente comunicadas a toda a empresa e gerir de forma eficaz os esforços do marketing social.

“Este não é um desafio fácil para os CIO, mas fornecer os sistemas necessários para alinhar os esforços da media social com o resto da organização pode gerar um impacto significativo nos resultados da empresa”, afirma Castanon-Martinez. “As organizações desenvolveram o ‘know-how’ para o marketing social B2B mas ainda precisam de descobrir como apoiar adequadamente estes esforços para produzir resultados”.

Autores

Artigos relacionados

O seu comentário...

*

Top