CFO e CIO juntos a enfrentar os desafios tecnológicos

Os CFOs são cada vez mais influentes nas decisões sobre a arquitectura de sistemas e nos recursos para realizar muitos mais projectos do que alguns CIOs poderiam suspeitar. Estão cada vez mais bem informados sobre os desenvolvimentos das TI e já não parecem só preocupados com os orçamentos.

Actualmente, os directores financeiros (CFO) estão interessados nos detalhes técnicos da arquitectura ou dos sistemas que se utilizam e querem saber como manter a estabilidade da infra-estrutura para crescer e criar vantagem competitiva.

“Eles estão a tentar entender o que é necessário para a gestão optimizada das TI e determinar se se utilizam as plataformas correctas para o crescimento”, diz Ajit Kambil, director de investigação da área dos CFO na consultora Deloitte.

Estes resultados parecem desafiar no que acreditavam muitos gestores de TI, embora seja verdade que há muito tempo que muitos deles já não acreditam que os CFOs os considerem como um foco simples de despesas.

No entanto, ainda há uma lacuna de comunicação óbvia entre o CIO e o CFO, embora ambos pretendam fornecer valor ao negócio a partir das TI, reconhece Khalid Kark, chefe de pesquisa na área dos CIO nos Estados Unidos da Deloitte Consulting.

Os especialistas recomendam aos responsáveis corporativos que o seu CFO e o CIO colaborem e prossigam objectivos comuns, tais como assegurar que as operações comerciais são realizadas de forma eficaz, ou colaborar na definição da estratégia de crescimento e de estabilidade.

Pela sua ampla visão da empresa, o CIO pode ter grandes ideias e inovação e, juntamente com a natureza metódica do CFO, podem criar a combinação perfeita para levarem a cabo com êxito os desafios tecnológicos das empresas. No final, uma forte associação entre ambos irá incentivar o alinhamento entre investimentos em TI e os planos de negócios estratégicos.

Autores
Tags ,

Artigos relacionados

O seu comentário...

*

Top