“O Bimodal é uma desculpa para o CIO”

O fundador e CEO do Everest Group diz que o conceito bimodal da Gartner está errado, e defende que é possível e desejável que a gestão do legacy e o caminho para o IT Transformation podem ser feitos não sejam feitos de forma separada, porque ambos podem beneficiar do processo. A metodologia e os princípios do DevOps podem ser o factor-chave.

everest bimodal samuel

Peter Bendor-Samuel, Fundador e CEO do Everest Group

O Gartner apresentou o modelo de IT Bimodal como uma sugestão/recomendação de como é que a área de IT se deve organizar na sua relação com o negócio e caminhar para o IT Transformation.

De uma forma simples, o objectivo do Bimodal é permitir que os departamentos de IT possam operar simultaneamente com duas abordagens ou modos de organização. Oo Modo 1 ocupa-se do ambiente legacy e o Modo 2 do ambiente cloud.

No Modo 2 (Cloud) o IT pode implementar um conjunto de filosofias, metodologias, tecnologias e de organização que se adequem à demandas do negócio, isto é, permitir que o IT seja  tão rápido e ágil quando a velocidade e a agilidade do negócio.  No mundo legacy, o IT deve concentrar-se em manter a estabilidade e as antigas estruturas de IT a funcionar sem disrupções para o negócio.

O que a Gartner está a dizer quando fala no conceito Bimodal, é que as organizações devem ter dois IT em simultâneo, um que se move rápido em direcção ao digital e um outros que se move devagar, focado na eficiência. Ora, isto é uma desculpa para o CIO não agir de modo apropriado. Por que razão uma organização agiria assim? Este artigo de opinião é para denunciar a transgressão sobre essa farsa.

O que a Gartner está a dizer quando fala no conceito Bimodal, é que as organizações devem ter dois IT em simultâneo, um que se move rápido em direcção ao digital e um outros que se move devagar, focado na eficiência.

Ora, isto é uma desculpa para o CIO não agir de modo apropriado. Por que razão uma organização agiria assim? Este artigo de opinião é para denunciar a transgressão sobre essa farsa.

Argumentos contra o Bimodal

Primeiro, vamos examinar o que é verdade sobre a construção Bimodal. É verdade que no mundo da cloud é muito mais fácil implantar as metodologias ágeis como o DevOps.

A cloud fornece um ambiente padrão, escalável e flexível que pode ser facilmente montado e naturalmente, e presta-se a um mundo definido pelo software.

É muito mais fácil funcionar de modo rápido neste ambiente. No entanto, isto não pode servir de desculpa para não aplicar essas mesmas filosofias e metodologia ao mundo legacy.

Um objetivo no pensamento Bimodal é seguir o máximo que puder e o mais rápido que puder em direcção ao novo mundo digital e da cloud. Mas esta pode não ser uma boa ideia.

À superfície, a migração para a cloud oferece uma promessa interessante, se não considerarmos na equação os riscos de negócio e os custos da migração. Também devo acrescentar que essa estratégia nunca lidará com o desequilíbrio fundamental nos custos que os departamentos de TI têm de modo desproporcional no ambiente legacy em comparação com o que gastam no mundo da cloud.

Mesmo que uma organização gaste uma média de 20% do seu orçamento na cloud pública ou privada, 80% do seu orçamento de IT continuará a ser usada no ambiente legacy.

Caminhos

Recomendo assim que os CIO optem pela metodologia DevOps – a jóia da coroa do mundo cloud – e apliquem os seus princípios de pensamento ágil e flexível no mundo legacy.

Embora difícil, as organizações certamente são capazes de alcançar o sucesso se fizerem o esforço. Um exemplo de quem optou por uma estratégia DevOps em PaaS com sucesso foi a JPMorgan.

  • Melhoria de 700% na produtividade do programador;
  • Redução de 59 dias no tempo até ao lançamento no mercado;
  • A utilização de infraestrutura passou de 40% para 70%;
  • Economia de 45% em custos com infraestrutura;
  • Agendamento de lançamento contínuo em vez de duas vezes ao ano;

Essas são grandes e significativas melhorias no desempenho em termos de tempo, custo, qualidade e manutenção. No fim das contas pode, de facto, utilizar os princípios DevOps (apesar implicar mais esforço e mais investimento) e aplicá-los ao legacy.

Produtividade melhora 50%

À medida que nós do Everest Group trabalhamos com negócios aplicando os princípios DevOps ao ambiente legacy, testemunhamos uma melhoria considerável de 50% na produtividade.

Não estou a argumentar que leve o trabalho do legacy para a cloud. Contudo, nem tudo será movido de modo rápido a partir do legacy.

Mas parece-nos claro, que os negócios podem aplicar o mesmo conjunto de filosofias, princípios e técnicas de automação do mundo da cloud (embora com mais esforço e investimento) para uma grande parte do legacy.

E também acredito que a área de negócios seria igualmente pouco inteligente se não implementasse esses princípios no mundo legacy e não explorasse tais princípios no mundo da cloud.

Parece-nos claro, que os negócios podem aplicar o mesmo conjunto de filosofias, princípios e técnicas de automação do mundo da cloud (embora com mais esforço e investimento) para uma grande parte do legacy.

Consequentemente, considero que a Gartner compreendeu esta questão de forma errrada. Não é um mundo Bimodal. Primeiramente é um mundo em transição para a cloud, depois de serem aplicadas as suas metodologias e estratégias no mundo legacy.

Não é uma questão de ambos ou qualquer um deles, nem é necessário ir devagar enquanto se vai rápido. É uma questão de aplicar alguns conceitos, tanto no ambiente da cloud quanto no ambiente legacy.

Consegue-se alcançar melhorias com a mesma intensidade no legacy? Não.

Alcançará o mesmo tipo de flexibilidade e velocidade no legacy? Não.

Mas vai melhorar dramaticamente o desempenho. Certamente conseguirá mais velocidade com um custo mais baixo na cloud e obterá melhorias substanciais em termos de velocidade e custo até mesmo legacy.

Existe outro benefício advindo da utilização desta abordagem, em vez do pensamento Bimodal: poderá reestruturar a sua organização de IT em torno e em função do negócio, isto é, da velocidade de resposta e da agilidade necessária.

Autores

Artigos relacionados

O seu comentário...

*

Top