Só 11,4% das PME usam cloud

Serviços “over the top” em crescimento, tal como a Internet móvel.

Apenas 11,4% das PMEs portuguesas usam serviços de cloud computing, segundo um inquérito da Anacom para avaliar a utilização dos serviços de comunicações electrónicas por esse tipo de empresas.

Em contraste, as PMEs estão a utilizar mais serviços “over the top” (OTT), como sucede com o serviço de mensagens pela Internet (37,3%) e o serviço de voz sobre a Internet (27,2%). Quando inquiridas se este tipo de serviços pode substituir os tradicionais, a classificação numa escala de 1 a 10 é de 5,5 e de 5,2, no caso da voz móvel e da voz fixa, respectivamente.

Segundo o inquérito, “o grupo PT/MEO apresenta as quotas de clientes mais elevadas entre as PME”, nomeadamente nos serviços fixos, embora em “trajectória decrescente”. Segue-se a NOS nos serviços fixos e serviços em pacote, com a Vodafone a ser o segundo maior prestador de serviços móveis e que mais tem crescido nos serviços fixos.

Os clientes empresariais com serviços integrados em pacote “apresentaram uma maior percentagem de reclamações, sendo também os menos satisfeitos com os seus serviços (7,38 pontos numa escala de 1 a 10)”, enquanto “os que têm os serviços fora de pacote têm um nível médio de satisfação mais elevado – de 7,94 no caso da Internet móvel, 7,79 no caso da voz móvel e 7,63 no serviço fixo de telefone”, diz a Anacom.

Nas PMEs, a penetração dos serviços fixo, móvel e de acesso à Internet situava-se nos 93,5%, 89,3% e 93,3%, respectivamente, tendo a Internet móvel crescido 5,9 pontos percentuais para os 54,5%, face a 2012 – o maior crescimento registado nestes serviços.

O inquérito, realizado de dois em dois anos, foi efectuado pela Spirituc entre 10 de Novembro e 24 de Dezembro de 2014, com a realização de 3.000 entrevistas em empresas com menos de 250 trabalhadores e sede em Portugal.

Autores

Artigos relacionados

O seu comentário...

*

Top